CLICK HERE FOR THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES »

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Grávida feia, gorda.. Desabafo....

Estou "P" da vida com meu marido.  Já estava chateada com algumas atitudes dele, com a falta de atenção e constantes deslizes.  mas até então estava "tolerando".
Já não é a primeira vez, que ele insinua que estou "feia",  primeiro ele reclamou do meu cabelo, perguntou se não podia fazer mesmo nada pra dar uma melhorada.  Depois falou pra mim que assim que a Julinha nascesse era pra eu ir ao um dermatologista dar um "trato" na pele. Ontem eu mesma ri de mim comentando com ele sobre o fórum do Efamylinet das mulheres reclamando que estão se achando barangas. Falei com ele que eu estava achando meu rosto gordo, parecendo uma bolacha.  Ele também riu.
Mas aí hoje, ele extrapolou, primeiro ficou debochando porque uma calça jeans que eu tentei colocar pra gente sair, não passou do meu joelho.  Então enquanto eu reclamava que estava sem roupa pra sair ele soltou:"  -  Não adianta não...  Você tá GORDA!
Nossa foi como um tapa na cara.
Eu sei que não estou bonita.  Mas caramba, eu tô grávida. E qualquer idiota sabe que grávida não pode usar química no cabelo, que não pode fazer tratamento de pele porque a maioria dos cremes faz mal ao bebe e principalmente que toda grávida engorda.  Ou será que tem gente que acha que dentro da nossa barriga tem vento!!!  Fala sério!
Meu cabelo é crespo eu tenho que fazer relaxamento, e pra ficar bonito e domado tem que fazer escova progressiva.  Já falei que não posso fazer isso agora. O médico liberou pintar o cabelo com tonalizante sem amônia ou essas tintas por deposição (eu já comprei e vou pintar pra dar uma melhorada na cor).
Eu não acho que minha pele está tão feia,  eu tenho é um pouco de cravos e como sou morena  logo ficam com aqueles pontinhos pretos.  Então tenho que estar sempre fazendo esfoliação.  Mas eu uso um creme com ácido salissílico e ele tem o cheiro forte, e também li que não é bom usar. aí faço aquelas esfoliações caseiras de açúcar mel etc...  Mas não dá um resultado como o feito com cremes né.  E eu não tenho tempo pra ficar preparando coisinhas caseiras não.  Acho que ele pensa que fico a toa em casa.
E quanto a engordar estou na média poxa!  Vou entrar no sétimo mês e engordei 8 kg.  O meu problema é que sou baixinha (1,55m) aí como estou muito barriguda fico parecendo uma bola.  Quando estava grávida da Laís também foi assim. .. (nessa época ele não falava essas coisas.  O que me deixa mais triste.).
Sei que o resultado disso é que fiquei magoada e na hora mandei ele tomar naquele lugar (sei que é feio) mas fiquei com muita raiva da falta de delicadeza.
E depois quando saímos discutimos dentro do carro porque ele disse que tinha que pagar num sei o que, é eu (com a palavra GORDA martelando na cabeça) falei poucas e boas pra ele. E foi um falando mais alto que o outro...  Então mandei ele parar de me perturbar e sumir!!!!!!!!!
Agora estou eu aqui, alto estima lá embaixo, pensando em como posso fazer para melhorar  o visual.  Mas sem agredir ou fazer mal a minha bebê.
 Foi mexer logo com a vaidade libriana.  Que ódio.  E eu com mil coisas pra fazer em casa amanhã.  Isso a pessoa não vê... Casa limpinha, roupa cheirosa e passadinha na mão, comidinha na hora certa.  Ele está ficando barrigudo e careca e eu nem reclamo.
 Bem feito pra mim.  Quem manda ser boazinha.  Já diz o ditado:  "Quem poupa o lobo sacrifica a ovelha".
Mas o que dói mesmo é eu me sentir ofendida com uma pessoa dessa.  Pior que isso é ser essa pessoa alguém de que eu não esperava nada disso...

11 comentários:

MARIA FERNANDA disse...

ih, não esquenta...como vc disse: vc está grávida e não gorda...
meu marido tb fala umas pérolas e eu tb dou umas boas respostas mas nem ligo... o importante é que estamos bem e os babys bem tb... homens são assim, sem noção...eu nem discuto mais... deixo ele falando sozinho quando a piadinha me irrita... nçao esquenta...cuide da gravidez que é o agora, depois vc resolve o depois...bjão

Canil Sweet Runner disse...

Iiii, nao esquenta mesmo, sei que eh chato ouvir isso mais os homens na maioria das vezes, sao insensiveis mesmo em certos detalhes! e eles nem ligam se estao ficando careca, barrigudo ou com cabelo branco! o melhor a fazer, na minha opniao eh deixar ele falando sozinho ou mandar ele se olhar no espelho antes de ver seus defeitos!! vc esta super bonita! estou com 24 semanas , engordei so 4kg ate agora mais minhas calcas, tooodasss elas, nao entram mais!! eh coisa de gravida, e so nos mulheres sabemos o que eh isso!! beijosss e parabens pelo blog, esta otimo

Anônimo disse...

desculpem meninasss...mas é por causa de mulheres como a Maria Fernanda...e a Canil Sweet Runner , que existem maridos como o da amiga que fez o post.Ficar fingindo que não ve e ouve essas grosserias do marido não adiantam nada...porque mesmo que não revidemos... não significa que não ficarao no nosso subconsciente e não farão grande estrago na nossa auto-estima.Um conselho? As mulheres precisam parar de acostumar mal homem...vces não são as mães deles...são esposas e precisam de um parceiro que seja homem nessas horas... não apenas na hora de fazer filho...se eles não tem ideia do q seja uma gravidez , tudo o q uma mulher tem de passar nesse processo..tem OBRIGAÇÂO de respeitar a companheira , dar suporte , assistencia , carinho e toodo o apoio , e não ficar falando asneirasz , e grosserias , sendo q eles sim , não se cuidam porque são uns porcos preguiçosos e relaxados , não tem nem desculpa pra eles...affffffffffffffff

Anônimo disse...

Querida. Li seu post tive contade de dar print imprimir e colar na cara do meu marido. Tive a mesma situação com ele ontem. Resultado olheiras de tanto chorar dor nas costas por que dormi no sofá. E com 0 vontade de comer ( mesmo grávida) para nao ficar mais gorda. Entendo o que vc passou e sei como doi.

Andreia Pereira disse...

Ai meninas eu também estou passando pela mesma situação. Estou com 12 semanas, é minha primeira gestação, ja estava me sentindo mal por não poder fazer luzes no cabelo, me sinto gorda, relaxada, além de estar sentindo muito cansaço, trabalho de 8:00hs as 19:00hs, e quando chego em casa ainda tenho que cozinhar, lavar e passar e deixar tudo 100% em casa, já que ele não lava nem um copo. Aí ontem ele me pegou chorando e perguntou o que eu tinha, fui comentar com ele que eu estava me sentindo feia, gorda, relaxada, por nao fazer o cabelo, ate as unhas nao estou tendo tempo de fazer, e pra minha pessima surpresa(já que eu esperava que ele me apoiasse, fizesse eu me sentir melhor) ele começou a rir e disse: "Também, vc está comendo igual um boi!!! E ta se achando feia?? Pode se preparar que vai ficar muito mais feia, ou vc ja viu alguma mulher gravida bonita???" Nossa, isso pra mim foi como se ele tivesse me dado uma surra, passei a noite toda chorando, e ele simplesmente virou pro lado e dormiu. Resultado: hoje estou no trabalho, morrendo de dor de cabeça, sem vontade de fazer nada, sem fome, com medo de ficar mais gorda, nem café eu consegui tomar hoje de manha, me sinto feia, gorda, chata, relaxada, mal amada, e com medo de isso tudo fazer mal para o bebê, me sinto péssima.... Não sei o que fazer para mudar isso.

Anônimo disse...

Estou de 26 semanas, e estou me sentindo horrorosa...sem vontade de fazer nada....tenho vontade de esconder a barriga...ai comentei com meu marido que queria ir na praia, piscina, sei la, ai ele disse que melhor e eu não fazer isso, perguntei se estava com vergonha...ai disse que a opinião dele e foge da pergunta td vez que perfunto se ta com vergonha de mim...mas desde entao nao deixo mais encostar em minha barriga...tem vergonha de mim...então não yem direito se me tocar.

Beti disse...

Estou me sentindo assim tbm. Eatou de 17 semanas e me sinto cada dia mais gorda e feia. Choro muito tds os dias e me sinto triste e culpada. Meu namorado me apoia diz q nao q estou linda . Mas b q quando passa uma magrinha linda pela rua ele nao tira o olha e o pior q nem disfarçar sabe. Ai eu fico pior me sinto humilhada.... me da vontade de ficar sozinha e sk chorar...

Beti disse...

Estou me sentindo assim tbm. Eatou de 17 semanas e me sinto cada dia mais gorda e feia. Choro muito tds os dias e me sinto triste e culpada. Meu namorado me apoia diz q nao q estou linda . Mas b q quando passa uma magrinha linda pela rua ele nao tira o olha e o pior q nem disfarçar sabe. Ai eu fico pior me sinto humilhada.... me da vontade de ficar sozinha e sk chorar...

Renata Machado Radaelli disse...

Melhor resposta!

Renata Machado Radaelli disse...

Melhor resposta!

Anônimo disse...

Ooi meninas tbm estou me sentindo assim meu marido nao me fala qu eu estou feia ou gorda , mais eu me sinto assim sabe odeio sair de casa com ele porq ele fica olhando pra outras mulheres na rua , ai eu me sinto pior ,eu ando tao chorona me sentia linda ate um tempo atras mais agora estou me sentindo feia gorda , e o pior que eh o meu marido qe me faz pensar assi.

Os efeitos da Raquianestesia no parto da Laís (Relato do Parto- Novembro de 2008)

No dia 13 de Novembro de 2008, nasceu a minha pequena Laís. Do dia do parto ficou a lembrança da primeira vez que vi aquele rostinho.. das bochechas rosadinhas!... E o terrível pós operatório de uma cesária. Minha filha veio ao mundo com pós datismo, de 41 semanas e 2 dias, depois de uma indução de parto de 6 horas com ocitocina, sem evolução. Ao nascer teve que ser aspirada e teve uma nota (apgar) 3, nos primeiro minutos de vida. Ou seja, entrou em sofrimento fetal, por ter respirado liquido aminiótico. Mas, graças a Deus, logo veio para meus braços, um pouco sufocadinha, mas bem. Eu, logo após a cirurgia, fiquei prostrada, de tanta dor de cabeça que sentia. Parecia que aquela porcaria da tal anestesia "raqui" tinhas subido para meu cérebro!. Passei muito mal. Na mesa,enquanto o médico fazia o parto, eu debatia meus braços incontrolavelmente, além de sentir um pouco de falta de ar. E fiquei tremendo até a anestesia passar, tremia igual vara verde! Eu fiquei tão mal que não consegui amamentar a Laís no primeiro dia.Eu sei que apaguei. E só me lembro de sentir muita dor. No segundo dia de internação eu e minha bebê fomos examinadas. Parecia estar todo bem, embora eu ainda sentisse dor de cabeça, tivemos alta. Já em casa, de noite ao dormi,senti algo queimando na minhas costas e subindo até o pescoço, não dei importância e peguei no sono. Foi aí que começaram uma série de pesadelos e vertigens assombrosos. Eu via pessoas de minha família como se fossem minhocas,outra hora rodava numa corda e era atirada contra paredes num lugar estranho cheio de montanhas. Via seres bisarros que me faziam previsões sinistras (como dizer que eu não poderia ficar com minha bebê). E quando tentava acordar via como se o teto estivesse descendo sobre mim. e via insetos voando pelo quarto. Enfim... Chorava muito e confeço que fiquei com medo de ter problemas por causa do efeitos colaterais da Raqui em meu organismo. Fiquei com medo de ficar louca. Ouvia choro de bebê toda vez que ia tomar banho, e ficava apavorada. Perguntava ao meu marido se a Laís estava chorando e não havia choro algum, era todo coisa da minha mente. E aquela dor de cabeça infernal que nenhum remédio passava... Orava muito e pedia a Deus que não acontecesse nada de ruim comigo, e em 3 dias fui melhorando. Os pesadelos acabaram. E a Dor já não era tanta. Não bastasse isso também tive problemas para amamentar minha filha, eu não sabia como fazer direito, agente não se entendia e ela chorava de fome tadinha... E o meu leite empedrava a toa. E com isso vinha a febre. Foi um sufoco meus primeiros dias como mãe... Mas é um sentimento, um instinto tão forte, que nenhum desses problemas que tive me afastaram da minha filha. Eu com febre, com dor, tendo alucinações e mesmo assim o amor era tão forte que não deixava a mente ser mais forte que eu. E assim os dias foram passando e tudo foi se ajeitando. Apesar de tudo de ruim que passei, a alegria de ser mãe, de saber que aquele pedacinho de gente saiu de dentro de mim, de saber que a minha filha naquele momento olhava para mim e parecia me dizer; mamãe, nesse momento eu só preciso de seu carinho e de seu cuidado!... Isso e somente isso me importavam. Agora eu sou mãe!!!!













SOBRE A ANESTESIA USADA NO MEU PARTO: A RAQUIANESTESIA Denomina-se raquianestesia ( bloqueio subaracnóideo ) a anestesia que resulta da deposição de um anestésico local dentro do espaço subaracnoídeo. Ocorre bloqueio nervoso reversível das raízes anteriores e posteriores, dos gânglios das raízes posteriores e de partes da medula, advindo perda da atividade autônoma, sensitiva e motora. São indicadas para cirurgias de abdômen e extremidades inferiores, inclusive para cirurgias obstétricas ( parto vaginal e cesariana ). Como a medicação é depositada dentro do Líquor, é necessária apenas uma pequena quantidade de anestésico local para produzir anestesia altamente eficiente. Trata-se de uma importante vantagem da raquianestesia sobre a peridural, pois trabalha-se com um risco de intoxicação por anestésicos locais muito próximo de zero. A desvantagem mais conhecida da raquianestesia é a cefaléia pós-punção (nome técnico para a dor de cabeça que pode aparecer quando perfuramos a dura-máter). A explicação mais aceita para esta condição é relacionada com o "furinho" que fica por alguns dias na dura máter e provocaria perda de líquor do espaço subaracnoídeo, causando a dor de cabeça. Com a introdução de agulhas mais finas, descartáveis e menos traumáticas, esta técnica novamente ganhou grande impulso. Porquê a incidência de cefaléia diminuiu tanto com este novo material ??? A resposta é simples: agulhas melhores fazem "furinhos" menores nas meninges, ocasionando menor escape de líquor e menor probablidade de cefaléia. A simplicidade de realização, o excelente controle do nível de anestesia que proporciona, a excelente qualidade do bloqueio sensitivo e motor, o baixo custo e a segurança do procedimento explicam por que esta é uma das técnicas anestésicas prediletas do anestesiologista brasileiro.